quarta-feira, 28 de março de 2012

Millôr

Tristes somos nós que ficaremos sem a sabedoria, o humor, a críticas e a presença de um gênio como Millôr Fernandes. Fazendo uma busca pela internet, garimpei algumas de suas frases no blog do jornalista Ricardo Noblat:



"* “Fiquem tranquilos os poderosos que têm medo de nós: nenhum humorista atira pra matar.”


* “O cadáver é que é o produto final. Nós somos apenas a matéria prima.”

* “O homem é o único animal que ri. E é rindo que ele mostra o animal que é.”

* “Imprensa é oposição. O resto é armazém de secos e molhados.”

* “Como são admiráveis as pessoas que não conhecemos muito bem.”

* “O otimista não sabe o que o espera.”

* “Eu também não sou um homem livre. Mas muito poucos estiveram tão perto.”

* “Nunca ninguém perdeu dinheiro apostando na desonestidade.”

* “Brasil, condenado à esperança.”

* “Brasil; um filme pornô com trilha de Bossa Nova.”

* “Todo homem nasce original e morre plágio.”

* “O dedo do destino não deixa impressão digital.”

* “Sabemos que VOCÊ, aí de cima, não tem mais como evitar o nascimento e a morte. Mas não pode, pelo menos, melhorar um pouco o intervalo?”

* "Repito um velho conselho, cada vez mais válido, sobretudo pro Congresso: Quando alguém gritar “- Pega ladrão”, finge que não é com você"

* " Quando os eruditos descobriram a língua, ela já estava completamente pronta pelo povo. Os eruditos tiveram apenas que proibir o povo de falar errado".

* "A infância não, a infância dura pouco. A juventude não, a juventude é passageira. A velhice sim. Quando um cara fica velho é pro resto da vida. E cada dia fica mais velho."

* "Não devemos odiar com fins lucrativos. O ódio perde a sua pureza".

* "Um Homem só é completo quando tem família; mulher e filhos. Desculpe: completo ou acabado?"

* "Deus é realmente um ser superior. Não há nada nem parecido no Governo Federal".


Muito obrigado, Millôr!!

4 comentários:

Inforblog disse...

Com toda certeza perdemos uma grande personalidade, um grande homem, pois nao dá para definir ao todo o que Milor foi exatamente, pois ele mesmo detestava títulos.

Inforblog disse...

Passando para desejar um excelente fim de semana! Super abraço!

LUCAS SANTOS disse...

Belo blog amigo, com belos versos. Sou da corrente, te espero lá, s epossivel. Super abraço!

melysande disse...

Millôr realmente era o máximo!


Feliz páscoa.

contosimpossveis.blogspot.com