quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Temperamento - Eleanor Roosevelt


"A mulher é como um saquinho de chá.
Você nunca sabe se ela é forte até que entre em água quente".

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Amigos verdadeiros - Antoine Saint-Exupéry


"Nada, jamais, na verdade, substituirá o companheiro perdido.
Ninguém pode criar velhos companheiros.
Nada vale o tesouro de tantas recordações comuns,
de tantas horas más vividas juntos, de tantas desavenças,
de tantas reconciliações, de tantos impulsos afetivos.
Não se reconstroem essas amizades.
Seria inútil plantar um carvalho na esperança de ter,
em breve, o abrigo em suas folhas.
Assim vai a vida.
A principio, enriquecemos;
plantamos durante anos,
mas os anos chegam em que o tempo destrói esse trabalho,
arranca essas arvores.
Um a um, os companheiros nos retiram sua sombra.
E aos nossos lutos mistura-se então
a mágoa secreta de envelhecer."

domingo, 19 de dezembro de 2010

Maturidade- Martha Medeiros


"Se existe uma coisa boa na maturidade é dar importância apenas para o que é importante,
enquanto que na adolescência a gente faz drama por nada."



sábado, 18 de dezembro de 2010

Andrea Doria- Legião Urbana

Minha música predileta do melhor grupo de rock do Brasil

Tempo-Mário Lago


“O tempo não comprou passagem de volta”

Busca vida- Paralamas

Possível e impossível- Pearl S. Buck


"Tudo é possível até que se prove impossível.
E ainda assim o impossível pode sê-lo
apenas por um momento."

Que presente de Natal!!!


Charge: Gabriel

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O tempo é senhor da razão


Desde o desencarne de meu irmão Léo, num 16 de dezembro de 2001, perdi a alegria de curtir o Natal. Na verdade, em 2009 já tinha conseguido recuperar um pouco este sentimento ao viver momentos de extrema alegria e confraternização, quando me vesti de Papai Noel e recebi abraços, sorrisos e beijos de várias crianças. Mas hoje acho que me recuperei por completo. Acabo de, junto com minha esposa, decorar nosso cantinho com duas árvores de Natal, uma na sala (a da foto acima) e outra em nossa sacada.
Lembro-me com muita saudade quando eu e meus irmãos, ainda crianças, ajudávamos minha mãe a deixar nossas diferentes casas em muitos anos de Cabo Frio com o verdadeiro espírito natalino. Como era bom!! Já sabíamos que boa parte da família se encaminharia para lá, onde curtiríamos momentos de união, amizade, fé e muito amor.
E como estamos iniciando o mês de dezembro, que este verdadeiro espírito invada os lares de todos os amigos que aqui vêm. Bom dividir com vocês a minha alegria desta noite!
Muita luz a todos!!

A importância do "Não Sei"


Se você ainda não sabe qual é a sua verdadeira vocação, imagine a seguinte cena:
Você está olhando pela janela, não há nada de especial no céu, somente algumas nuvens aqui e ali... Aí chega alguém que também não tem nada para fazer e pergunta:
- Será que vai chover hoje???
Se você responder "com certeza...” a sua área é Vendas. O pessoal de Vendas é o único que sempre tem certeza de tudo.
Se a resposta for "sei lá, estou pensando em outra coisa...” então a sua área é Marketing. O pessoal de Marketing está sempre pensando no que os outros não estão pensando.
Se você responder "sim há uma boa probabilidade...” você é da área de Engenharia. O pessoal da Engenharia está sempre disposto a transformar o universo em números.
Se a resposta for "depende"...Você nasceu para Recursos Humanos. Uma área em que qualquer fato sempre estará na dependência de outros fatos.
Se você responder "ah, a meteorologia diz que não...” você é da área de Contabilidade. O pessoal da Contabilidade sempre confia mais nos dados no que nos próprios olhos.
Se a resposta for "sei lá, mas por via das dúvidas eu trouxe um guarda-chuvas". Então seu lugar é na área Financeira que deve estar sempre bem preparada para qualquer virada de tempo.
Agora, se você responder "não sei...” há uma boa chance que você tenha uma carreira de sucesso e acabe chegando à diretoria da empresa. De cada 100 pessoas, só uma tem a coragem de responder "não sei" quando não sabe. Os outros 99 sempre acham que precisam ter uma resposta pronta, seja ela qual for, para qualquer situação. Não sei, é sempre uma resposta que economiza o tempo de todo mundo, e pré-dispõe os envolvidos a conseguir dados mais concretos antes de tomar uma decisão. Parece simples, mas responder “NÃO SEI " é uma das coisas mais difíceis de se aprender na vida corporativa. Por quê? Eu sinceramente " NÃO SEI".

"Mundo Corporativo” - Max Gheringer

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Cristo "abraça" o Rio



O momento atual é mais do que propício.O Rio sofre com instantes de tensão, medo e abandono.
O vídeo acima é uma ilusão de ótica de movimento no Cristo Redentor foi feito por meio de projetores de alta potência, sincronizados com 3D do ambiente e da estátua. A intervenção visual no monumento é uma iniciativa de mobilização nacional pela campanha “Carinho de verdade, um gesto contra a violência sexual das crianças e adolescentes” para chamar a atenção da sociedade para o problema da exploração sexual comercial de meninos e meninas.
Para simular o abraço, o cineasta Fernando Salis usou oito projetores, que cobriram a estátua com imagens do Rio, como sobrevoos de asa-delta, as florestas e até mesmo o trânsito. Ao som de Bachianas Brasileiras n.º 7, de Villa Lobos, e com animação em 3D, a estátua parece fechar os braços.
Aconteceu na noite de 19 de outubro deste ano. Acho que nem o mais pessimista carioca pudesse imaginar que pouco mais de um mês depois a realidade da cidade maravilhosa fosse a atual.
Um dia de paz no Rio....

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Se encontrar-Florbela Espanca


"Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida, pois
se Deus nos deu voz, foi para cantar!
E se um dia eu hei de ser pó, cinza e nada,
que seja minha noite uma alvorada!
Que eu saiba perder pra me encontrar!"

Parabéns irmão!!


Acabo de saber que meu irmão Bruno Peixoto, que se apresentou na Bienal de Campos, ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Esquetes "Camarim das Artes" realizado em Jacarepaguá, na cidade maravilhosa, neste fim de semana.
A premiação veio com um trecho da peça "O Cão sem Plumas", de João Cabral de Melo Neto, também encenado na Bienal.
Parabéns irmão!!

Coração - Ana Jácomo


"O coração da gente gosta de atenção.
De cuidados cotidianos. De mimos repentinos.
De ser alimentado com iguarias finas, como a beleza, o riso, o afeto.
Gosta quando espalhamos os seus brinquedos no chão e sentamos com ele para brincar.
E há momentos em que tudo o que ele precisa
é que preparemos banhos de imersão na quietude para lavarmos,
uma a uma, as partes que lhe doem.
É que o levemos para revisitar, na memória,
instantes ensolarados de amor capazes de ajudá-lo a mudar a freqüência do sentimento.
Há momentos em que tudo o que precisa
é que reservemos algum tempo a sós com ele para desapertá-lo com toda delicadeza possível. Coração precisa de espaço."

Canção do Dia de Sempre - Mário Quintana


Tão bom viver dia a dia...

A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas.

Bela infância - Dostoiévski


“Quem acumula recordações felizes
e boas imagens em sua infância
está salvo para sempre”.

sábado, 13 de novembro de 2010

Vai trabalhar, criatura!!!

O ex-governador Garotinho vai criar um "Governo Paralelo" para fiscalizar Sérgio Cabral.
Não é nada, não é nada...
Não é nada mesmo.

Alencar é o cara!

O vice presidente José Alencar dá mais uma prova de amor à vida. Enfrenta vários e vários obstáculos há anos e continua lutando. Impressionante! Esbanja alegria e bom humor e transforma um quadro desanimador numa estória de superação e alto astral.
Um exemplo para todos nós!

Cuide bem do seu amor- Paralamas

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Lá na frente- Cáh Morandi


"queria que você soubesse
que não importa, não importa mesmo,
se amanhã ou depois for menos intenso,
for um pouco mais cansativo,
não pense hoje nas coisas de amanhã
mas se pensar,
pense em me ver como uma resposta
num grito de socorro,
pense em me ver como uma passagem
num pedido de sumiço,
pense em me ver como um abraço
num salto para o abismo,
pense em me ver na tua frente,
me aceite agora,
me leve para fazer tua história."

Uma pitada de Clarice


“…Entre duas notas de música existe uma nota,
entre dois fatos existe um fato,
entre dois grãos de areia
por mais juntos que estejam
existe um intervalo de espaço,
existe um sentir que é entre o sentir -
nos interstícios da matéria primordial
está a linha de mistério e fogo
que é a respiração do mundo,
e a respiração contínua do mundo
é aquilo que ouvimos e chamamos de silêncio.”

in "Dá-me a Tua Mão"

domingo, 31 de outubro de 2010

Viver é bom demais..

Maravilha estar entre amigos mesmo.
Vim ontem para casa de meu irmão de vida, Potência, em Chapéu do Sol e como dormi cedo depois de vibrar com mais uma vitória do meu Fogão, além das muitas cervejas e risadas, cá estou curtindo esta brisa maravilhosa, a companhia de Mel, a cachorrinha da família e ouvindo o novo cd de Djavan.
Hoje tem eleição?
Mais tarde penso nisso.

sábado, 23 de outubro de 2010

Zenas improvisadas

Certas coisas



Certas Coisas
Lulu Santos
Composição: Lulu Santos / Nelson Motta

Não existiria som
Se não houvesse o silêncio
Não haveria luz
Se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim...

Cada voz que canta o amor não diz
Tudo o que quer dizer,
Tudo o que cala fala
Mais alto ao coração.
Silenciosamente eu te falo com paixão...

Eu te amo calado,
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncios e de luz.
Nós somos medo e desejo,
Somos feitos de silêncio e som,
Tem certas coisas que eu não sei dizer...

A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim...

Cada voz que canta o amor não diz
Tudo o que quer dizer,
Tudo o que cala fala
Mais alto ao coração.
Silenciosamente eu te falo com paixão...

Eu te amo calado,
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncios e de luz,
Nós somos medo e desejo,
Somos feitos de silêncio e som,
Tem certas coisas que eu não sei dizer...
Anúncios Google

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

FESTIVAL DE TEATRO EM RIO DAS OSTRAS PROSSEGUE

- 15/10 - 20h (esquetes): Oração, W.C.Boy, Selvagerias no Elevador Vermelho e Quando não havia revolta só havia justiça;
- 16/10 - 20h: Nosso Estranho Amor (adulto)
- 16/10 - 10h30 (espetáculo de rua): A 4 Passos da Eternidade
- 17/10 - 18h: Um Pé de Feijão Na Mão do João
Local: Teatro Popular de Rio das Ostras (Avenida Amazonas s/nº, Centro)
Ingressos: R$ 5
- 17/10 - 10h30 (espetáculo de rua): Rio de Janeiro a Dezembro
Local: Praça José Pereira Câmara, Centro
Ingressos: R$ 5

Espetáculo: Avenida Q (comédia musical que é sucesso na Broadway)
Data: 19 de outubro, às 18h e às 20h30
Local: Teatro Popular de Rio das Ostras (Avenida Amazonas s/nº, Centro)
Classificação: 14 anos
Ingressos: R$ 15 (inteira) / R$ 7,50 (meia - idosos, alunos e professores)

Informações: www.riodasostras.rj.gov.br

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Dia das crianças era....



Esta é a cena mais marcante do meu filme predileto dos inesquecíveis Trapalhões: "Os Saltimbancos Trapalhões".Na minha infância,em todos os Natais mamãe organizava junto com as crianças da família, pequenos espetáculos teatrais para serem encenados. Assim, fui ator até meus 12 anos, diferentemente dos meus irmãos e a própria mãe. Nos divertimos fazendo "Os Saltimbancos", "Pirlimpimpim", "A Arca de Noé"....
Coisa boa era ser criança. Pelada na rua todos os dias, futebol de botão com meu pai, pescaria com meus primos em Cabo Frio, baleba, pipa, salada mista....Video game era Telejogo ou Atari, mas nunca tive. E também nunca senti falta. Preferia ir pra rua mesmo.
Mas o tempo passa.....
E hoje os tempos são outros...

domingo, 10 de outubro de 2010

Tarde bacana em Cabo Frio














Hoje fui com a patroa em Cabo Frio, dar um beijo em meu irmão que estreava espetáculo teatral por lá. Morei na cidade de 1980 a 89, deixei poucos, mas verdadeiros amigos e trago maravilhosas recordações de minha infância/adolescência. Algumas fotos que tirei na Passagem e no Portinho, lugares especiais e marcantes na minha vida.

Caetaneando com Moska

v

sábado, 9 de outubro de 2010

REDES E RENDAS neste domingo em Cabo Frio

REDES E RENDAS - a história de amor do grão de areia e da estrela

Local: TEATRO MUNICIPAL DE CABO FRIO
Data: 10/10/2010
Horario: 17h - ÚNICA APRESENTAÇÃO
INGRESSOS: R$5,00 mais um
brinquedo

REDES E RENDAS - a história de amor do grão de areia e da estrela é um espetáculo de dança-teatro que faz dois mergulhos. O primeiro mergulho é na cultura popular brasileira ao recontar a lenda do surgimento da primeira estrela do mar. O segundo mergulho, é no belíssimo universo cultural de Arraial do Cabo. A história do grão de areia e da estrela é contada por rendeiras e pescadores de Arraial do Cabo.
REDES E RENDAS - a história de amor do grão de areia e da estrela faz mais do que contar uma história de amor. Resgata para as novas gerações a obra poética de artistas populares da região e culturas que estão se perdendo, como as belas criações das rendeiras. Recria personagens populares que ajudaram a criar a Arraial do Cabo como conhecemos hoje. E nos faz pensar nos valores culturais que devem ser preservados.

SINOPSE

Envolvidos nos perigos e incertezas do amor, pescadores e rendeiras de Arraial do Cabo, recontam a história de amor (quase) impossível entre o grão de areia e a estrela. O espetáculo resgata a lenda do folclore nacional do surgimento da primeira estrela do mar. Na criação do texto foram utilizadas poesias de autores cabistas e de escritores que retrataram Arraial do Cabo em suas obras como Victorino Carriço, Maria da Prainha e Amena Mayall. Nesse trabalho, a ACADEMIA DULCE CALDEIRA volta a exercitar as múltiplas possibilidades da dança-teatro ao contar uma bela história de amor recheada de leveza, humor e poesia. No elenco, cerca de quarenta crianças, jovens e adultos entre 04 e 35 anos, professores e alunos, dão vida a personagens que transitam no universo mágico dos contos e histórias que nos são contados há séculos.

Tempo de duração: 50 minutos / Classificação: Livre

FICHA TÉCNICA

Texto e Direção Teatral: Bruno Peixoto.
Coreografias: Dulce Caldeira, Tatiana Prota, Jefferson Augusto e Letícia de Moravia.
Assistente de Direção: Louise Marrie.
Elenco: Letícia de Moravia, Jefferson Augusto, Bruno Peixoto e grande elenco.
Participação Especial: Junior Carriço
Iluminação: Quatro por Quatro
Operação de Luz: Tatianna Rivero
Operação de Som: Julia Faria
Secretaria: Verônica Cartaxo
Confecção dos figurinos: Marilac
Realização: Academia Dulce Caldeira.
Agradecimentos: Casa da Poesia


“Se a água soubesse ler e o peixe fosse escrivão, eu mandava gravar seu nome na palma da minha mão. Não é preciso a água ler, nem mesmo o peixe ser escrivão, que seu nome está gravado dentro do meu coração”.
Poema curto de Maria da Prainha, poetiza popular.

“Há duas coisas no mundo que não se pode esconder. Um calçado que aperta. Um amor que faz sofrer’.
Poema de Victorino Carriço, poeta popular.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Marina divulga temas para debate

Do G1:

"A senadora Marina Silva reuniu lideranças do PV na tarde desta sexta-feira (8) para divulgar um documento com dez temas que será usado como base para discussão que vai definir o apoio do partido a Dilma Rousseff (PT) ou José Serra (PSDB). O PV não exclui ainda a possibilidade de adotar neutralidade.

O documento é subdividido em 42 subitens. Marina aproveitou a coletiva para reiterar que o partido não cogita trocar apoio por cargos."

Agora o Serra ganha...

Que choque!!!




Esse comercial é muito legal!!!

Perguntar não ofende

Como agiria o PT em relação à Marina Silva caso Dilma ganhasse a eleição no primeiro turno?

Caetanear

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Da coluna de Ancelmo Gois

Falso Bial
Circula na internet um e-mail em que um suposto Pedro Bial mete o malho em Serra e pede votos para Dilma.
O coleguinha Bial, da TV Globo, esclarece que é falso.

Pôxa, Luxa!!!

O pofexô decepcionou.
Time da gávea ganhou.
Pena.

Jamiroquai X Lady Gaga

Jay Kay, líder da banda britânica Jamiroquai, afirmou nesta quinta-feira que o sucesso da excêntrica Lady Gaga se deve ao fato de ela ser uma esquisita rentável para as gravadoras.

"Lady Gaga é, obviamente, um fenômeno, o público gosta de 'esquisitos', e se as gravadoras percebem que podem ganhar dinheiro com eles, fazer qualquer coisa", disse o britânico a repórteres em uma breve escala no México antes de viajar para Bogotá, na Colômbia.

A banda toca em São Paulo no próximo dia 16, no festival Natura Nós.

Da Folha de São Paulo on line

O tempo - Stephenie Meyer


O tempo passa...
Mesmo quando isso parece impossível.
Mesmo quando cada batida do ponteiro dos segundos
dói como o sangue pulsando sob um hematoma.
Passa do modo inconstante,
com guinadas estranhas e calmarias arrastadas,
mas passa...

Rapidinhas da Justiça

### Se você perdeu seu animal de estimação atropelado, muito cuidado na hora de ajuizar uma ação. O Tribunal de Justiça do Rio, por intermédio do desembargador Fabio Dutra, da 1ª Câmara Cível, manteve a sentença que condenou o dono de uma gata, a pagar R$1.500,00 em custas e honorários. O fato aconteceu em Nova Friburgo. Madona, a referida gata de estimação, foi atropelada por um ônibus e veio a falecer. Triste e inconformado coma situação, o dono do animal ajuizou uma ação em face da prefeitura e da autarquia municipal de trânsito da cidade. Em 1ª instância, já havia sido condenado pela 2ª Vara Cível de Nova Friburgo mesmo alegando a precariedade das condições urbanísticas da cidade e a conseqüente omissão do município. Em sua decisão, o magistrado entendeu não ser razoável que os entes públicos respondam por animais domésticos que circulam livres pelas ruas correndo riscos:
“Embora a perda de um animal de estimação possa causar abalo emocional, no presente caso, não há como atribuir aos réus a responsabilidade civil pelo evento”, explicou.
O desembargador afirmou na sentença que embora o dono da gata tenha sugerido a colocação de redutores de velocidade na rua onde mora, tal fato, por si só, não denota a existência de nexo causal entre o ocorrido e a conduta omissiva específica. “Em se tratando de um animal, nenhuma segurança há de que a mera colocação de redutores de velocidade pudesse evitar o evento”, disse.
E ainda completou: “Não se mostra minimamente razoável pretender que o Estado seja responsável pelos animais domésticos que circulam livremente pelas ruas da cidade. Muito mais adequado seria que o seu proprietário tivesse o cuidado de evitar que sua gata “Madona” estivesse solta na rua e exposta a riscos que poderiam ser facilmente minimizados”.

### Os eleitores que não votaram no dia 3 de outubro, no primeiro turno das eleições, e ainda não justificaram a ausência, têm até o dia 2 de dezembro para regularizarem a situação com a Justiça Eleitoral.
Quem não formalizou a justificativa do voto no dia da eleição, deve comparecer ao seu cartório eleitoral, no prazo de 60 dias a contar da data da eleição, munido dos documentos que comprovem o motivo da ausência. Nesse caso, o eleitor preencherá no cartório um requerimento dirigido ao juiz e aguardará a resposta. O prazo de 60 dias é contado a partir de cada turno. Dessa forma, os prazos de justificativa são diferentes para os dois turnos.
Vale ressaltar que o eleitor que não compareceu e não justificou o voto no dia 3 de outubro poderá votar normalmente no segundo turno, no dia 31 de outubro.

### O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul manteve a condenação da Companhia Zaffari Comércio e Indústria ao pagamento de indenização por dano moral a cliente que encontrou mosca dentro de pão de queijo. O valor da indenização foi majorado de R$ 500,00 para R$ 1,5 mil, atendendo em parte ao recurso da cliente e negando provimento ao apelo do supermercado.
Caso
A autora ingressou com a ação de reparação por danos morais no 4º Juizado Especial Cível de Porto Alegre depois de encontrar mosca dentro de pão de queijo adquirido na Companhia Zaffari Comércio e Indústria. Para atestar o fato, apresentou fotos do alimento contendo o inseto e cupom fiscal da compra.
Sentença
Em primeira instância, o julgador condenou a Companhia Zaffari Comércio e Indústria ao pagamento de R$ 500 de indenização. Inconformadas, as partes recorreram. O supermercado sustentando a inexistência do dever de reparar. A autora, pretendendo a majoração do valor da indenização.
Recurso
No entendimento do relator do recurso, Juiz de Direito Afif Jorge Simões Neto, é inquestionável que o vício apresentado no produto gera dano de ordem moral, mesmo que a autora não tivesse ingerido o alimento por completo. A repugnância de quem se vê em situação similar é algo absolutamente vinculado com a realidade, sendo possível, inclusive, um sentimento de repulsa e insegurança na medida em que duvidosas as condições de higiene e armazenamento do produto, disse o relator em seu voto. Considerando os transtornos suportados e a capacidade financeira da empresa ré, entendo como justo e suficiente majorar o valor da indenização.

### A Justiça de São José do Rio Preto condenou ontem (5/10) oito mulheres, ex-professoras da uma escola de educação infantil da cidade, por agredirem crianças que estavam sob seus cuidados.
Segundo denúncia do Ministério Público, elas submeteram vários alunos com cerca de dois anos de idade, que frequentavam o berçário e maternal I e II, a atos de violência e ameaça, como tapas, socos, mordidas e puxões, que causaram não apenas sofrimento físico, mas também emocional.
A juíza da 4ª Vara Criminal de Rio Preto, Maria Leticia Pozzi Buassi, condenou cada uma das mulheres à pena de quatro anos, 1 mês e 15 dias de reclusão em regime inicial fechado por crime de tortura.
As rés podem apelar da decisão em liberdade.

Fontes: TJ/RJ, TJ/RS e TJ/SP

Do Radar on-line


As exigências de Garotinho para apoiar Dilma

Anthony Garotinho tem uma exigência para apoiar Dilma Rousseff no segundo turno. Quer que não haja mudança nas regras de distribuição dos royalties do petróleo para o Rio de Janeiro em um futuro governo da petista. Apesar de se posicionar contra a emenda Ibsen, Dilma sempre foi a favor de debater uma melhor redistribuição dos recursos.

Garotinho também acredita que o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH) é o grande responsável pela sangria de Dilma. O decreto criado no ano passado por Lula tinha propostas polêmicas para abortos, homossexuais e outros temas cruciais para segmentos religiosos.

Por Lauro Jardim

Vocabulário da Vida - Luiz Gongaza Pinheiro


Adeus:
É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica.

Amigo:
É alguém que fica para ajudar quando todo mundo se afasta.

Amor ao próximo:
É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos.

Caridade:
É quando a gente está com fome, só tem uma bolacha e reparte.

Ciúme:
É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo.

Lágrima:
É quando o coração pede aos olhos que falem por ele.

Mágoa:
É um espinho que a gente coloca no coração e se esquece de retirar

Netos:
É quando Deus tem pena dos avós e manda anjos para alegrá-los.

Orgulho:
É quando a gente é uma formiga e quer convencer os outros de que é um elefante.

Perdão:
É uma alegria que a gente dá e que pensava que jamais a teria.

Pessimismo:
É quando a gente perde a capacidade de ver em cores.

Paz:
É o prêmio de quem cumpre honestamente o dever.

Raiva:
É quando colocamos uma muralha no caminho da paz.
Simplicidade:
É o comportamento de quem começa a ser sábio.

Saudade:
É estando longe, sentir vontade de voar; e estando perto, querer parar o tempo.

Sexo:
É quando a gente ama tanto que tem vontade de morar dentro do outro.

Solidão:
É quando estamos cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto.

Ternura:
É quando alguém nos olha e os olhos brilham como duas estrelas.

Sinceridade:
É quando nos expressamos como se o outro estivesse do outro lado do espelho.


trecho do livro “O Homem que Veio da Sombra”

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

De volta.

Quase "aposentei" este blog há algum tempo, mas algo me dizia que não devia fazê-lo. Ele anda bem abandonado, mas sempre que puder tentarei deixar minhas opiniões por aqui. Sem a mesma frequência do começo há cerca de 2 anos, mas com a alegria que me falta de continuar no Sociedade Blog.
Estou de volta.

sábado, 25 de setembro de 2010

A Marina do dedo verde, por Ruth de Aquino.

Quando ela fala, veias caudalosas se projetam no pescoço. Marina Silva tem uma voz arranhada, que parece emergir com esforço de sua figura esguia. Com essa voz não treinada, que vem de dentro, Marina foi a candidata, nesta campanha de cartas marcadas, que soube projetar melhor, com inteligência e ironia fina, suas palavras. Talvez porque fossem palavras dela e de mais ninguém. Não mais do mesmo, não o vale-tudo de quem dá mais salário mínimo, 13o de Bolsa Família, ou empregos para a parentalha.

O título deste artigo é uma alusão a O menino do dedo verde, livro infantojuvenil escrito pelo francês Maurice Druon, em 1957, e adaptado para desenho animado. O protagonista, Tistou, tinha um dom: onde colocava o dedo, nasciam flores. O menino conhece a miséria, a prisão e os hospitais. Decide alegrar esses ambientes. E, ao colocar o dedo no presídio, nascem tantas flores que as portas da prisão não fecham mais. Mas os presos não fogem porque o mundo havia mudado para melhor.

Trata-se de uma fábula. Mas, como a realidade desta campanha eleitoral anda difícil de engolir, fantasias são bem-vindas. Na reta final, uma marola verde se torna onda e atrai desiludidos. Marina, que já se apresentou como a “outra Silva” e a “primeira candidata negra à Presidência”, abandonou os slogans que empobreciam seu discurso para colocar o dedo verde nas feridas do país.

Não por acaso a candidata do PV foi quem mais se beneficiou dessa língua malcheirosa que escorre da Casa Civil de Lula. Após as denúncias de corrupção e tráfico de influência do braço direito de Dilma Rousseff, as pesquisas mostram uns pontinhos a mais para Marina. Era previsto. Essa acriana evangélica, com quatro filhos e coque austero, é a única novidade. Suas reflexões sobre o Brasil e os adversários têm um carimbo de franqueza, sem arrogância. Concordando ou não com ela, somos compelidos a escutá-la.

Suas frases de muito efeito ecoaram em cabeças pensantes e na juventude. Seguem-se algumas delas: “Lula e Dilma infantilizam o eleitor brasileiro com essa história de pai e mãe”. “É possível perder ganhando e ganhar perdendo.” “Serra e Dilma são inteiramente parecidos porque defendem um modelo de desenvolvimento do século XX.” “O Brasil não precisa de um gerentão” (referindo-se a Dilma). “Meus adversários criam duas novelas: numa, o Brasil é todo azul, na outra é cor-de- rosa.” Marina se diz contra “o ‘promessômetro’ para ganhar simpatia”. Quer acabar com o “voto por gratidão” e criar o “voto cidadão”. Difícil, inviável, dirão, mas há um componente de sedução em sua fala.

Na semana passada, depois que Lula proclamou, em mais um comício – “Nós somos a opinião pública” –, a menina do dedo verde reagiu: “Eu acredito na liberdade de imprensa. Acho que o presidente fez uma crítica à imprensa que é contraditória com toda a sua trajetória dentro do PT”.

Dilma perdeu a fachada de paz e amor e reagiu com fúria às denúncias na imprensa. “Ela teve uma recaída. Parecia até ela mesma”, teria dito um aliado da petista, segundo a Folha de S.Paulo. A outra má impressão da semana foi a entrevista de José Serra ao Bom dia Brasil, na TV Globo. Não deixou que os jornalistas perguntassem quase nada. Impedia apartes, num tom professoral e prepotente que afasta até seus eleitores. A uma repórter do humorístico CQC, da Bandeirantes, Serra perguntou se ela tinha namorado. Não é a primeira vez que perde a noção.

Sem plásticas ou cabeleireiros, Marina cresceu de estatura ao longo da campanha. Seu discurso a princípio ambientalista ampliou-se e ganhou consistência no campo dos valores e da ética. Mesmo que a enorme maioria dos brasileiros não vote nela, sabe-se o que sua candidatura representa: uma terceira via, de olho no desenvolvimento sustentável do século XXI, que não comporta esmolas para uma massa tutelada e semianalfabeta. Quando deixou o governo Lula, após quedas de braço com Dilma, Marina afirmou: “Perco o pescoço, mas não perco o juízo”. E não perdeu mesmo.



Ruth de Aquino é diretora da sucursal de ÉPOCA no Rio de Janeiro

domingo, 12 de setembro de 2010

Chegamos!!

Estava na estrada voltando para Macaé, portanto só vi o fim do primeiro tempo e o segundo inteirinho. E como valeu a pena!!Exibição competente e consciente do Botafogo contra o São Paulo.
Mortal!!!
Estamos subindo e o Flu caindo no meio de vaidades comuns num elenco milionário e sem controle. E como nosso elenco não é assim, acho que podemos começar a pensar em coisa melhor do que apenas a Libertadores. As mihas preocupações são as contusões que não param de aparecer e a não comemoração de Loco Abreu em seus gols. Eu que há uma semana não conseguia visualizá-lo no time titular, acho agora que ele não pode sair. Que Jobson e Somália se recuperem logo e que a contusão de Marcelo Mattos não seja grave.
Aí vai ser difícil segurar!!!

Fim de semana MPB

sábado, 11 de setembro de 2010

Ser alvinegro

Fim de semana MPB

Recordo ainda... - Mário Quintana



Recordo ainda... e nada mais me importa...
Aqueles dias de uma luz tão mansa
Que me deixavam, sempre, de lembrança,
Algum brinquedo novo à minha porta...

Mas veio um vento de Desesperança
Soprando cinzas pela noite morta!
E eu pendurei na galharia torta
Todos os meus brinquedos de criança...

Estrada afora após segui... Mas, aí,
Embora idade e senso eu aparente
Não vos iludais o velho que aqui vai:

Eu quero os meus brinquedos novamente!
Sou um pobre menino... acreditai!...
Que envelheceu, um dia, de repente!...

Fim de semana MPB



"A música "Cálice" foi composta por Chico Buarque e Gilberto Gil no clima pesado de uma Sexta-Feira Santa para o show Phono 73, que a gravadora Phonogram (ex-Philips, e depois Polygram) organizou no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo, em maio de 1973.
Como a Censura havia proibido a letra, os dois autores decidiram cantar apenas a melodia, pontuando-a com a palavra 'cálice' - mas nem mesmo isso foi possível. Segundo relato do Jornal da Tarde, 'a Phonogram resolveu cortar o som dos microfones de Chico, para evitar que a música, mesmo sem a letra, fosse apresentada'."
- Livro "Tantas Palavras", de Humberto Werneck, págs. 79 e 80.

Pequena reflexão

Um ocidental em visita à China ficou surpreso de ver a quantidade de velhos saudáveis, e, curioso sobre os aspectos da milenar medicina chinesa, indagou de um experiente médico qual o segredo para se viver mais e melhor.

Ouviu do mesmo a sábia resposta:

"- É muito simples. É só: Comer a metade. Andar o dobro. E rir o triplo."

Parece simples, mas em verdade é o inverso do que se assiste na vida agitada e “insana” dos ocidentais...

Fim de semana MPB

A paz- Gilberto Gil

Para um dia como hoje.E para todos os dias.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Como me tornei louco - Gibran khalil Gibran


Aconteceu assim:
Um dia, muito tempo antes de muitos deuses terem nascido,
despertei de um sono profundo e notei que todas as minhas máscaras tinham sido roubadas
– as sete máscaras que eu havia confeccionado e usado em sete vidas –
e corri sem máscara pelas ruas cheias de gente gritando:
“Ladrões, ladrões, malditos ladrões!”
Homens e mulheres riram de mim e alguns correram para casa, com medo de mim.
E quando cheguei à praça do mercado, um garoto trepado no telhado de uma casa gritou:
“É um louco!”
Olhei para cima, para vê-lo.
O sol beijou pela primeira vez minha face nua.
Pela primeira vez, o sol beijava minha face nua,
e minha alma inflamou-se de amor pelo sol,
e não desejei mais minhas máscaras. E, como num transe, gritei:
“Benditos, benditos os ladrões que roubaram minhas máscaras!”
Assim me tornei louco.
E encontrei tanto liberdade como segurança em minha loucura:
a liberdade da solidão e a segurança de não ser compreendido,
pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.

sábado, 4 de setembro de 2010

Se aquiete- Ana Jácomo


"Às vezes é preciso diminuir a barulheira,
parar de fazer perguntas,
parar de imaginar respostas,
aquietar um pouco a vida
para simplesmente deixar o coração nos contar o que sabe.
E ele conta. Com a calma e a clareza que tem."

E se fosse o contrário??


Abro os jornais de hoje e vejo que o Rei, digo, presidente Lula considera o inadmissível episódio de violação de dados na Receita Federal, uma "futrica menor".
Fiquei a imaginar então se os personagens estivessem em lados opostos. Fosse um filho ou filha de Lula que tivesse seu sigilo fiscal quebrado num governo dos tucanos. Estaríamos com mobilizações petistas em todo país. Revolta de políticos, aliados, eleitores....
Mas não é o caso. Lula e sua turma podem tudo. É essa a impressão que tenho cada vez mais. Fico muito à vontade para criticar mais uma vez a conduta omissa de nosso presidente. Votei nele nas 2 últimas eleições. Botei minha cara na reta pedindo voto na esperança de termos mudanças no modo de fazer e ver a política em nosso país. Se, claramente, o Brasil está bem melhor do ponto de vista econômico, do ponto de vista político, vai caindo cada vez mais.
Ontem vi placas aqui em Macaé com Lula ao lado do Picciani. Porra, Lula!!! Picciani!!!! Porra Lula!! Sei muito bem que não dá pra governar sozinho, mas seus novos (velhos) amigos são dose pra elefante!! Fico lendo alguns petistas escreverem ou falarem sobre a "direita retrógrada e conservadora" que apoia Serra e Marina. E essa galera que há anos está com Lula e o PT??? Sarney, Renan, Collor, Jader Barbalho....
Decididamente não foi nesse Lula que votei. Por essas e muitas outras, estou com a Marina. Ela pode até ter o apoio sim de setores da "direita retrógrada e conservadora" que os barbudinhos do PT adoram citar. Mas não usa de expedientes tão baixos e submissos para conseguir ganhar uma eleição. Ressalte-se que não sou insano de afirmar que Lula não fez coisas boas. Claro que fez. É um cara carismático. Gostaria até de beber umas cervejas com ele numa noite de sexta e depois de uns copos, perguntaria o porquê de tantas mudanças ao longo de 8 anos. Seria divertido...
O que me consola é que são muitos os decepcionados com ele. Só nesta eleição há dois entre os 4 principais candidatos que até alguns atrás eram filiados ao PT. Pena que, ao que tudo indica, a fantoche de Luis Inácio deve levar no primeiro turno.
Sem muita esperança de que algo aconteça, torcerei para o brinquedinho de Lula mudar alguma coisa neste sentido. E para o Papai Noel trazer um presente bem legal!!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Simples- Lya Luft


Porque entre o sim e o não é só um sopro,
entre o bom e o mau apenas um pensamento,
entre a vida e a morte só um leve sacudir de panos
- e a poeira do tempo, com todo o tempo que eu perdi,
tudo recobre, tudo apaga,
tudo torna tão simples e tão diferente."

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Feliz aniversário, envelheço na cidade...



Escrevo esta postagem no dia 29. Como não terei tempo de vir aqui no dia 30(hoje), deixarei programada.

O que,decididamente, não estava programado é que meu irmão fosse embora tão cedo. Mas foi....

Só que hoje é dia de festa. Seu aniversário. E mais uma vez agradeço por ter tido a chance de conviver contigo durante 28 anos, Zé! Mais uma vez agradeço por ter nos deixado Yan e Estela. Por ter nos deixado um exemplo de amizade e companheirismo. Por aquele porre que tomamos aqui em casa durante uma tarde, perto de um carnaval, onde pudemos conversar e nos abrir como nunca acontecera. Obrigado até pelas discussões que tivemos. Até disso sinto falta. E por fim, obrigado por se preocupar comigo até hoje.

Como é segunda, não comerei feijoada ou mocotó, como nos seus lendários aniversários. Nem mesmo beberei uma cervejinha, até porque você sabe bem que estou tentando maneirar. Mas vai aqui meu beijo com toda gratidão, saudade e amor que houver nessa vida!!

Valeu cabeludo!!!

domingo, 29 de agosto de 2010

Realidade-Millôr Fernandes


“Nós sempre temos a tendência
de ver coisas que não existem,
e ficar cegos para as grandes lições
que estão diante de nossos olhos”.