terça-feira, 27 de novembro de 2012

Cicatrizes - Isabel Allende




Talvez a gente esteja no mundo para procurar o amor,
encontra-lo e perdê-lo, muitas e muitas vezes.
Nascemos de novo a cada amor e,
a cada amor que termina, abre-se uma nova ferida...
Estou cheia de orgulhosas cicatrizes.

Um comentário:

Paola disse...

Amor, amores, cicatrizes... O que seria da gente sem isso???