quinta-feira, 28 de maio de 2009

Saramago


"As palavras proferidas pelo coração
não têm língua que as articule.
Retém-nas um nó na garganta
e só nos olhos é que se pode ler."