quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Limites- Clarice Lispector


"Fico com medo.
Mas o coração bate.
O amor inexplicável faz o coração
bater mais depressa.
A garantia única é que eu nasci.
Tu és uma forma de ser eu,
e eu uma forma de te ser:
Eis os limites de minha possibilidade."

Nenhum comentário: