quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Mude - Martha Medeiros



"Mudem dos 18 para os 30, mudem dos 30 para os 50, mudem,
porque desconfiado a gente tem que ficar de quem não muda jamais.
São tantas as informações e vivências que absorvemos durante uma única vida que é impossível que elas não nos façam refletir e alterar nossa rota.
Infeliz de quem passa a vida toda sendo fiel ao que os outros pensam a seu respeito."


Nenhum comentário: