sexta-feira, 21 de maio de 2010

Uma pitada de Neruda


"Ainda que chova,
ainda que doa
Ainda que a distância
Corroa as horas do dia
E caia a noite sem estrelas
O mundo brilha um pouquinho mais
A cada vez que você sorri."

Pablo Neruda

Nenhum comentário: