terça-feira, 23 de setembro de 2008

Advogado é suspenso por aceitar pagamento em danças eróticas

Um advogado de Dekalb (Illinois, EUA) foi suspenso por 15 meses por aceitar pagamentos de uma stripper em uma "moeda" pouco usual: danças eróticas.
Scott Robert Erwin vai começar a cumprir sua pena no próximo mês.
Scott e sua cliente fecharam um acordo segundo o qual a stripper faria danças eróticas no escritório dele para pagar parte da dívida pelos serviços prestados pelo advogado - a conta era de US$ 534,00.A stripper aceitou dançar, mas acabou registrando queixa na polícia, acusando o advogado de "tocá-la de maneiras impróprias". Erwin negou ter assediado a cliente, e não foi condenado - só levou a suspensão por ter aceitado o pagamento de maneira indevida.
O caso aconteceu em 2002 e, segundo as autoridades, a mulher abandonou a carreira de stripper.
Fonte: globo.com