terça-feira, 5 de agosto de 2008

Torcida do Flamengo ataca jogadores

Como era de se esperar a torcida rubro-negra perdeu a paciência com o time. Nesta manhã de terça-feira, cerca de trinta torcedores foram ao treino para protestar pelo mau momento da equipe no Brasileirão. Mas o manifesto, que parecia pacífico, acabou em vandalismo.
Os jogadores já participavam do rachão, quando os rubro-negros invadiram o local de treinamento, na Gávea, ofendendo os atletas e exigindo uma conversa com todo o grupo. Em seguida, atiraram um rojão sobre o elenco. O lateral-direito Leo Moura quase foi atingido e chegou a cair no gramado. O jogadores interromperam a atividade imediatamente e reagiram. O volante Ibson xingou os agressores e foi contido por Jônatas. O lateral-esquerdo Juan, muito nervoso, saiu de campo e entrou no vestiário chutando a porta.Aos gritos, a torcida pedia mais vontade ao time: “Para jogar no Flamengo, tem que ter disposição!”
Com o clima um pouco mais calmo, o zagueiro Fábio Luciano e o goleiro reserva Diego se reuniram com os torcedores para tentar acalmar a situação. Em seguida, alguns líderes de torcida e jogadores se reuniram para uma conversa na sala do departamento de futebol do Rubro-Negro.
Informações do globoesporte.com