domingo, 7 de dezembro de 2008

Quem será??

Ao fazer minha leitura diária dos blogs da cidade, deparei-me com este interessante texto no Blog Urgente e reproduzo por aqui.
"Coluna social Urgente!
O caso aconteceu na madrugada da última sexta-feira na Lapa, no Rio de Janeiro. A noite borbulhava e os bares da região, como de costume, estavam lotados com toda espécie de pessoas. Entre elas estava um certo prefeito de uma dessas cidades castigadas pelas chuvas. Enquanto a população naufragava no descaso, ele se afogava em copos de cerveja acompanhado de dois meninões, num clima alegre e descontraído. Metido numa camiseta justa e multicolorida, livre da liturgia do cargo, o prefeito deixava o botequim por volta das três horas da manhã quando foi abordado por um eleitor, emocionado com o repentino encontro. Ligeiramente trôpego, o prefeito caminhava junto dos rapazes até ouvir um grito inesperado:
- Prefeito!
Supreso, quase desnorteado, ele se virou e enlargueceu o sorriso, enquanto seus acompanhantes acossaram o semblante e se distanciaram, prostados como dois bibelôs.
- Oláaa... Eu te conheço? De onde você é? Quem é você?
- Ôo, meu prefeito, sou um eleitor seu, que felicidade encontrá-lo por aqui!
- Ah, muito obrigado... mas quem é você?
- Sou um eleitor seu, nasci naquela terra... Me dê a honra de tomar uma cerveja com o senhor! Quem são seus amigos, eleitores também?
De repente, abruptamente, o prefeito virou as costas e saiu, balbuciando agradecimentos, empurrando os rapazes, dobrando a primeira esquina e sumindo na escuridão. O pobre eleitor ficou lá, de mãos abanando, sem nem ter tido tempo de perguntar sobre a situação da cidade. Desiludido, o pobre eleitor pensa até em jogar fora as imagens registradas daqueles que deveriam ter sido tão belos momentos."