domingo, 26 de outubro de 2008

Um dia para esquecer....

Votei há 15 minutos. E não gostei nada da experiência. Logo eu que adoro esse clima de democracia. Como é triste ter que sair de casa, enfrentar um calor infernal e ainda ter que escolher entre dois candidatos em quem não acredito. Por um instante tentei me teletransportar para o Rio de Janeiro para votar no Gabeira. Não consegui.
Tudo indica que agora teremos 4 anos dos "Garotinho" em Campos. Mais uma vez confesso que não tenho esperança nenhuma de que as coisas mudarão. Teremos caras novas, é verdade. E outras nem tanto. Aguardemos algum tempo e veremos como se posicionarão os vereadores eleitos, jornais, rádios... As decepcionantes experiências com o casal em questão não me deixam acreditar que eles farão algo diferente.
Espero que eu esteja errado.

11 comentários:

Ana Paula Motta disse...

Passei pela mesma experiência desagradável.Fui votar sem paixão. Logo eu, passional até a raiz dos cabelos. Triste outubro esse.

Flávio Mussa Tavares disse...

A Esperança vem do alto



Ninguém pode dizer "eu tenho esperança"!




Esperança não é próprio do ser humano. A Esperança, assim, como a Fé e o Amor (ou Caridade) são as chamadas virtudes teologais. São de Deus.




Homem algum pode ter Esperança por si mesmo.




Podemos exercitar a Esperança.




Podemos racionalizar a Esperança.




Podemos aprender a Esperança.




A Esperança se exercita, se aprende, sempre usando-se mais o cérebro que o coração, sempre mais o intelecto que o sentimento.




Uma das formas de se exercitar e aprender a Esperança, usando-se de nossa capacidade cognitiva, é viver dificuldades.




Todos que passamos, em algum momento de nossas vidas, privações, necessidades as mais diversas, abandono, esquecimento, dores, desapontamentos, traições, ingratidões, os vários tipos de perdas. Todas as vezes em que estas situações acima se prolongam por um tempo indeterminado, levando-nos ao abatimento e ao desânimo, que é "falta de alma", algo nasce dentro de nós.




Vindo de alguma instância desconhecida e imprerscrutável, nasce no ser humano, nos seus piores dias a Esperança!




É por isso, que socialmente falando, observando o estado de deslanto e de desencanto ; de aparente desesperança e de apatia em que vive a nossa cidade; diante da falta de coragem e da falta de hombridade, da trição e do abandono, das perdas morais e das perdas econômicas, da opolência de poucos, tripudiando da carência de muitos... é por isso que diante desta realidade insustentável, eu vivo aspirando a Esperança de Deus.




A ESPERANÇA É SEMPRE DO ALTO.




É de Deus!




Ao homem cabe pedir a Deus Esperança nos momentos de tribulação.




Campos vive uma de suas maiores tribulções. É um momento de extrema vergonha ser campista, em face dos descalabros vultuosos e amplamente divulgados, dos quais fomos, até certo ponto, quase todos culpados!




Mas a Espernça é um Dom e vem do alto. É uma dádiva e vem do Pai. É uma Graça e vem em benefício dos que a pedem. Individualmente e coletivamente.




Deus teve pena de Nínive. O povo de Nínive teve Esperança e não sofreu. As profecias feitas a respeito de Nínive não se cumpriram. Jonas ficou a princípio revoltado, pois tinha empenhado o seu nome nas profecias apocalípticas sobre a cidade de Nínive. E ele achava que tinha um nome a zelar, preferia que Deus destruisse Nínive para que sua profecia se cumprisse.




Mas dos desígnios de Deus mudam! Ele quer o bem. Ele quer resgatar os filhos pródigos e não festejar os que ficaram.




E Nínive foi salva!




Eu sou campista e aspiro a salvação individual e coletiva de nosso povo.




Deus quer o bem de Campos. Campos não tem carma, Campos tem promessa!




Campos não tem dívidas, tem um futuro.




Campos não tem uma história passada de malícia, mas de coragem e heroísmo. Deus quer Campos para Ele. E, parafraseando Santo Agostinho, Deus que Criou o mundo sem Campos, não quer salvar o mundo sem Campos.




Eu não tenho Esperança. Não é da minha natureza.




Mas diaiamente eu peço a Deus Esperança. Diariamente eu peço a Deus esperança para o povo de Campos.

Anônimo disse...

Só lamento Flávio, não por você ter esperança e pedir a Deus esperança, mas lamento por saber que um espirita defenda uma candidata com m passado tão sombrio, com ligações perigosas tipo Álvaro lins e Alcione Athaíde,os Cristãos deveriam defener a Vida e não defender quem as tiram (tirando verbas ou mandando matar mesmo), não estou aqui defedendo Arnaldo, nunca o defenderei, mas também não posso apoiar os Garotinhos. Lamentável. Espero quenão haja atrás disso "ganhos" para sua família.
Sincero abraço. Fique com Deus e pense em o que seu Pai faria se estivesse vivo.

Gervásio Neto disse...

Também não consigo pensar como Dr. Flávio. Até porque não consigo levar a sério uma pessoa, como o Sr. Anthony, que usa o nome de Deus para fins políticos. Mas que no dia a dia age de forma contrária. É o que vimos nos 8 anos de governo do casal. Inclusive com perseguições político-religiosas.
Pelo menos tive uma alegria hoje. Não colaborei para a volta de Garotinho.

Gervásio Neto disse...

Só peço ao amigo anônimo que não se deixe contagiar pelo calor da eleição. Comentários como a opção religiosa e ligações familiares devem ser analisados com cuidado. Não concordo com a opção política de Dr. Flávio, mas respeito sua trajetória profissional e religiosa, assim como a do seu pai. Como bem diz a sabedoria popular: "Uma coisa é uma coisa....outra coisa é outra coisa.."

Anônimo disse...

Pois é, talvez mussa tenha razão e os desígnos de deus se cumprirá. Afinal, garotinho não disse que ele está pré destinado a voltar pelo e para os braços do povo campista? Enquanto ele espera a esperança vir do alto, o povo desinformado sofre as consequências dos "iluminados" aqui na terra!!!
Bravo dotô frávio mussa!!!

Sérgio disse...

Fui votar da mesma forma, Netto.

Mas não poderia compactuar com a volta de Garotinho. Cada um age como quiser. Mas como vc disse, tive esta alegria hoje.

Em relação à opinião de Dr. Flávio Mussa, lamento muito tb, por ter conhecimento do quanto seu pai foi um lutador pelas igualdades. E sem preconceitos. E não é o que vemos na virtual prefeita de Campos e seu marido. Mas não misturemos as coisas.

gde. abraço e mais uma vez parabéns pela cobertura!!!

Estou de olho o dia todo!!!

Anônimo disse...

Gervasio, sou o anonimo. Não sei se me expressei bem, não foi com a intenção de ofener ao Doutor Flávio que escrevi a minha decepção. Ele parece ser uma pessoa muito boa, ajuda aos mais necessitados dentro da sua possibilidade. Abraços e respeito por ele .

Gervásio Neto disse...

Obrigado amigo anônimo.
Sua participação é sempre importante. Entendi seu ponto de vista, mas algumas pessoas podem não ter a mesma percepção.
Aparece sempre que quiser no blog.
um abraço!!

Flávio Mussa Tavares disse...

Neto, ao completar 50 anos, estou me dando a um luxo: não me defender de acusações maldosas ou insinuações levianas. Jesus disse a Pilatos: "Não terias poder algum se do Alto não te fosse dado."(Jo19:11)|Portanto a prefeita é assim por única vontade de Deus.
Quanto a mim, o único alívio é que nunca serei julgado por anônimos.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,